Belo imperfeito

Eu sou naturalmente perfeccionista, daqueles chatos que vivem criticando tudo e todos, inclusive a si mesmos. Devo a minha gastrite a isso, em partes. Quando erro algo, quando falho, quando não consigo, eu me martirizo tanto… A maioria das pessoas nem sabe.
Mas eu estou lá, dando chibatadas em mim mesmo com a minha mente.

Porém, eu sei que é o imperfeito que é belo. Nunca, nem mesmo que eu era a criança isolada sem amigos, eu acreditava que a perfeição fosse a resposta pra algo, sempre soube que ela era a morte.

A beleza das coisas incompletas, a dor que elas causam, a constante lembrança que elas proporcionam, isso não existe nas coisas perfeitas. Elas logo são esquecidas, dadas como prontas, e a mente humana mira sua ambição e sua sede para algo que possa terminar.

Talvez se questionem “pra quê ele é perfeccionista então?” e eu então deixarei claro: Por quê a morte das coisas me atrai.

Sobre Trovador

"Porque eu sou do tamanho daquilo que sinto, que vejo e que faço, não do tamanho que os outros me enxergam" Carlos Drummond de Andrade, meu Mentor Ver todos os artigos de Trovador

2 respostas para “Belo imperfeito

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: