Meu Melhor Amigo.

POEMA DAS SETE FACES

Quando nasci, um anjo torto
desses que vivem na sombra
disse: Vai, Carlos! ser gauche na vida.

As casas espiam os homens
que correm atrás de mulheres.
A tarde talvez fosse azul,
não houvesse tantos desejos.

O bonde passa cheio de pernas:
pernas brancas pretas amarelas.
Para que tanta perna, meu Deus, pergunta meu coração.
Porém meus olhos
não perguntam nada.

O homem atrás do bigode
é sério, simples e forte.
Quase não conversa.
Tem poucos, raros amigos
o homem atrás dos óculos e do bigode.

Meu Deus, por que me abandonaste
se sabias que eu não era Deus
se sabias que eu era fraco.

Mundo mundo vasto mundo,
se eu me chamasse Raimundo
seria uma rima, não seria uma solução.
Mundo mundo vasto mundo,
mais vasto é meu coração.

Eu não devia te dizer
mas essa lua
mas esse conhaque
botam a gente comovido como o diabo.

(Carlos Drummond de Andre em “Alguma Poesia”)

Ao desafio proposto pela Canela.

E deixo claro que é honra ter um poema de Drummond escolhido por mim em seu Blog, minha Doce Canela! E que o poema que escolho é o maior em sentidos, tanto pra mim quanto para Drummond, creio.

Beijos e teadoro (parafraseando a Canela, que parafraseou Manuel Bandeira)

.

.

.

Drummond é meu Mestre, é meu Pai, meu Mentor, meu Melhor amigo de infância… Lia eu Drummond e nem sabia. Achava lindo e não entendia. Pois agora que entendo (ou julgo entender) já não é mais lindo. É algo sem palavras. É a alma das palavras em cada poema.

Anúncios

Sobre Trovador

"Porque eu sou do tamanho daquilo que sinto, que vejo e que faço, não do tamanho que os outros me enxergam" Carlos Drummond de Andrade, meu Mentor Ver todos os artigos de Trovador

4 respostas para “Meu Melhor Amigo.

  • Canela

    Obrigada meu Doce Trovador!

    Um poema magnífico, como sempre, ou não fosse escolhido por ti!
    Um poema com um pedaço de mim, de ti, e todo de Drummond.

    Eu vou-te sempre dizer:
    Que este sol
    Este amor
    Botam a gente comovido como o diabo.

    A honra é toda minha, eu é que fico muito honrada por ter um poema do Drummond escolhido por ti no “Jasmim e Canela”.

    Muitos beijinhos meu Doce Trovador
    Teadoro Trovador

  • Thais Michele

    Olá!!

    muito bom o teu blog.
    parabéns!

  • poetriz

    “Vai Trovador, vai ser poeta na vida!”

    Bjs

  • Danielle Gaspar

    Drummond! Não é necessário dizer mais nada.
    Ando totalmente desatualizada do seu blog. Vou ler cada poesia nova que colocaste. E continuar lendo as antigas como “A Noite”. Como amo essa poesia. Um grande Beijo meu amigo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: